REABILITAÇÃO

A PróAudi oferece para você um centro clínico com profissionais capacitados na área de fonoaudiologia e fisioterapia para a reabilitação de adultos e crianças.

A Fonoterapia abrange a comunicação humana. Em geral, o tratamento engloba mais de uma das áreas de atuação do Fonoaudiólogo, como, estimulação precoce, linguagem oral, escrita, aprendizagem, fala, motricidade orofacial, habilitação e reabilitação auditiva, reabilitação vestibular, treino auditivo para as alterações do processamento auditivo e voz.

 

LINGUAGEM:


A comunicação humana depende do domínio das funções de  linguagem, principalmente compreensiva e expressiva . As Fonoaudiólogas da PróAudi são especializadas na estimulação da língua oral de adultos e crianças. A fonoterapia é indicada para:

- Perda auditiva: quando a criança ou adulto usam aparelhos auditivos desde os primeiros meses ou anos de vida.
- Atraso de linguagem: a criança tem um desenvolvimento motor e cognitivo normal, porém a fala está atrasada quando comparada com outras crianças da mesma faixa etária.
- Atraso global do desenvolvimento: a criança tem dificuldade no desenvolvimento de várias habilidades esperadas para a sua idade.
- Outros transtornos como autismo, deficiência intelectual e alterações do desenvolvimento neuropsicomotor.
- Afasia e outras alterações de linguagem decorrentes de lesões cerebrais (acidente vascular encefálico, traumatismo crânio-encefálico) no adulto.
- Transtornos do envelhecimento.

 

FALA:


As dificuldades relacionadas a articulação e organização dos sons e fluência  da fala,  tanto da criança em desenvolvimento, quanto de adultos, podem prejudicar a comunicação interpessoal.

A partir dos cinco anos de idade a criança já deve ser capaz de falar corretamente todos os sons da sua língua materna. Se a criança apresenta distorções de sons na fala, gagueira ou fissura lábio palatina; deve realizar uma avaliação fonoaudiológica.      
  
 

MOTRICIDADE OROFACIAL:


O Fonoaudiólogo é o profissional indicado para estimular e tratar alterações funcionais relacionadas à sucção, mastigação, deglutição e respiração.

Por meio de exercícios para adequar as funções dos órgãos fonoarticulatórios busca-se melhorar o desempenho, como em casos de respiração oral, disfagia e dificuldades na amamentação. 

 

APRENDIZAGEM:


As dificuldades no desenvolvimento do processo de ensino aprendizagem interferem no desenvolvimento global do individuo.

O Fonoaudiólogo atua na avaliação, habilitação e reabilitação das habilidades de leitura e escrita.

 

TREINAMENTO AUDITIVO:


O treinamento auditivo é destinado a crianças e adultos com alterações das habilidades auditivas diagnosticadas a partir da avaliação do processamento auditivo.

Crianças e adultos com dificuldades de compreensão de fala em ambientes ruidosos que apresentam prejuízos nas suas atividades diárias também podem se beneficiar com o treinamento auditivo.

O treino auditivo também é indicado no processo de reabilitação auditiva, na adaptação de aparelhos auditivos por indivíduos com dificuldade na adaptação ao uso, para melhora de compreensão de fala em ambientes de escuta difícil e para diminuir a sensibilidade a sons intensos.

 

VOZ:


A fonoterapia tem como objetivo melhorar a função vocal, atuando nas estruturas envolvidas, como as pregas vocais, boca, cavidade nasal e no apoio respiratório.

Conforme as necessidades do cliente, o Fonoaudiólogo elabora um plano terapêutico com exercícios vocais e mudança de hábitos orais viciosos.

A terapia vocal é eficaz na prevenção e tratamento de patologias que afetam a qualidade da voz. É indicada para profissionais da voz como professores, radialistas e cantores.

 

REABILITAÇÃO VESTIBULAR:


É um tratamento indicado para pessoas com distúrbios do equilíbrio, a conhecida “labirintite”. Os exercícios são personalizados para cada caso e busca diminuir a intensidade e frequência das tonturas.

São realizados movimentos repetitivos e prolongados para habituar o sistema sensorial a estes estímulos e consequentemente reduzir ou anular os sintomas.

 

ESTIMULAÇÃO PRECOCE:


Os primeiros três anos de vida de uma criança é um período de extrema importância, pois nele ocorrem diversas modificações importantes no desenvolvimento neurológico, intelectual, afetivo e motor do indivíduo.

A estimulação precoce, que abrange desde a concepção até o terceiro ano de vida da criança, objetiva minimizar os distúrbios ou alterações do desenvolvimento infantil, possibilitando a criança desenvolver todo o seu potencial. Por meio de técnicas, exercícios e brincadeiras adequadas a cada idade, busca-se o desenvolvimento da criança de acordo com a fase em que ela se encontra.

A intervenção precoce é essencial em casos de alterações do desenvolvimento infantil, como na presença de perda auditiva, alterações neurológicas ou de atraso de linguagem.

 

FISIOTERAPIA:


Atua na investigação, prevenção e tratamento das doenças ósseas, musculares, articulares e ligamentares. Trabalha utilizando recursos elétricos, mecânicos e térmicos, além de técnicas da cinesioterapia, objetivando aliviar o quadro álgico, eliminar o processo inflamatório, melhorar a circulação sanguínea, fortalecer e alongar determinadas musculaturas, recuperar a amplitude de movimento total ou fisiológica, equilíbrio, propriocepção e reeducação postural. Realiza também massagem terapêutica e relaxante.