PROGRAMA SUS

As clínicas da PróAudi em Ijuí e Passo Fundo são conveniadas com o Ministério da Saúde como um serviço de Atenção à Saúde Auditiva de Média Complexidade do Sistema Único de Saúde (SUS), mediante as Portarias 587 e 589 de 2004.
O programa teve inicio em Ijuí no ano de 2006 e já beneficiou mais de 50.000 usuários do SUS com atendimento fonoaudiológico e otorrinolaringológico especializado.
A PróAudi oferece atendimento de excelência com profissionais altamente capacitados para o maior beneficio dos usuários. Todos os anos, as fonoaudiólogas participam de atualizações na programação dos aparelhos auditivos, aperfeiçoamentos na execução de exames para diagnóstico diferencial e treinamento para reabilitação fonoaudiológica.
 
Os serviços disponibilizados aos usuários são:
- Triagem auditiva neonatal (Teste da Orelhinha);
- Avaliação e monitoramento de crianças com indicadores de risco para deficiência auditiva infantil;
- Consulta otorrinolaringológica;
- Avaliação auditiva básica: audiometria tonal, vocal e imitanciomentria;
- Diagnóstico de perdas auditivas em crianças maiores que três anos, adolescentes, adultos e idosos;
- Seleção, adaptação e fornecimento de aparelhos auditivos;
- Acompanhamento periódico dos usuários com atualização dos exames de audição e revisão dos aparelhos auditivos.
- Avaliação e terapia fonoaudiológica com enfoque no desenvolvimento da linguagem, fala e das habilidades auditivas.
- Encaminhamento para serviços de alta complexidade para crianças de até três anos, clientes difíceis de testar e com outras afecções associadas.
- Avaliação auditiva eletroacústica e eletrofisiológica, conforme solicitação médica.
 
Como posso consultar com o médico Otorrinolaringologista pelo SUS?
Se você tem alguma queixa relacionada a orelhas, nariz ou garganta deve solicitar ao seu médico no posto de saúde uma consulta especializada.
Tendo em mãos o encaminhamento médico, a Secretaria de Saúde do seu município vai encaminhar o pedido a Coordenadoria de Saúde que irá agendar a sua consulta na PróAudi.

Como faço para receber os aparelhos auditivos pelo SUS?
O primeiro passo é realizar uma avaliação auditiva para saber se você tem perda auditiva ou não. Você pode solicitar os exames auditivos ao seu médico ou ao otorrinolaringologista.
Com o exame em mãos, a fonoaudióloga ou o médico preencherão um formulário que deverá ser entregue na Secretária de Saúde com cópias do exame, do cartão SUS, identidade, CPF e comprovante de residência.
A Secretaria de Saúde encaminhará o seu pedido a Coordenadoria de Saúde e o usuário vai aguardar em uma fila de espera. O tempo varia conforme a região. Crianças tem prioridade e aguardam por menos tempo.
Quando a sua consulta for agendada na PróAudi, todos os exames auditivos serão atualizados e você fará uma consulta com o Otorrinolaringologista. Se a sua perda auditiva for compatível com os critérios de indicação da portaria do SUS para o uso de aparelhos auditivos, você receberá os seus aparelhos.



Qual a frequência das consultas na PróAudi?
Pensando no maior beneficio do usuário, a PróAudi estabeleceu uma rotina de consultas para acompanhar de perto os seus clientes.
Após a avaliação inicial com Fonoaudióloga e Médico Otorrinolaringologista, será realizada uma série de consultas, podendo ser necessários mais acompanhamentos conforme a necessidade do usuário. Inicialmente serão agendadas as seguintes consultas:
 

DEPOIMENTOS


LUCI BOHRER GARAY, 82 anos, cliente da PróAudi de Ijuí desde dezembro/2008.

“Eu sou Lucy Bohrer Garay e gostaria de falar um pouco sobre a importância do aparelho auditivo. Comecei a perder a audição e não gostava principalmente que minha família me falasse que eu estava ficando surda. Quando comencei a fica fora das conversas por não entender o que os outros falavam, me dei conta que o aparelho auditivo era necessário. Hoje não conseguiria viver sem ele!”.
 



SANDRA MARA DA SILVA MÜLLER, mãe da Vitória Luiza da Silva Müller, cliente da PróAudi de Passo Fundo desde setembro/2009.

“A PróAudi é o antes e o depois na vida da Vitória. A Vitória era nervosa, ela não gostava de brincar, ela não tinha paciência nem para comer. Depois que começou os exames e ela colocou o aparelho, a vida dela mudou. Hoje ela é uma criança feliz. Ela interage com todas as pessoas tanto em casa como na escola, ela quer conversar com todo mundo, ela vive! O aparelho é tudo na vida dela e para nós também, porque a alegria dela é a nossa. Sou muito feliz por tudo que a PróAudi deu para a Vitória, se tem uma coisa maravilhosa que a Vitória teve na vida dela é a PróAudi, os atendimentos, ela adora estar aqui, ela não gosta de ir para casa, ela gosta de estar aqui fazendo as terapias, as brincadeiras”.
 



LISIANE DO AMARAL – cliente da PróAudi de Ijui desde agosto/2009.

“Sou Lisiane do Amaral, tenho 32 anos, uso aparelhos auditivos desde os meus 7 anos de idade, e desde lá se somam 25 anos que uso regularmente e tranquilamente meus aparelhos. A minha perda auditiva foi notada aproximadamente aos 3-4 anos de idade, onde a minha fala estava demorando a se desenvolver, minha mãe me levou em uma Fono:  Marisa, em Santo Augusto, a única coisa que me marcou muito deste tempo é que eu amava o trabalho da Marisa, ela fazia desenhos à mão em um caderno de espiral, eram bonecos, ilustrados e pintados! Que me indicavam exercícios que tinha que fazer... e assim aprendi a desenvolver melhor a minha fala, a falar na frente do espelho e desenvolvi a leitura labial... aos sete anos então colocamos aparelhos auditivos os AASI, sim esses que vão atrás da orelha, que aparecem mesmo!
 Esses aparelhos são tudo na minha vida... diz a minha mãe que a primeira vez que os coloquei, sai do consultório emocionada, dizendo que ouvia os passarinhos piando/cantando... e minha mãe percebeu o quanto eu não ouvia mesmo... desde que os coloquei a primeira vez nunca mais os tirei... nunca quis tirar... eu apenas queria escutar, ouvir os sons... Entender as coisas... Tem coisa melhor?? Que uma tecnologia pode proporcionar? Pois pra mim foi a melhor coisa que poderia me acontecer...
Sim, tive alguns percalços nesta caminhada, e sei das minhas limitações, possuo sim algumas dificuldades, não entendo tudo 100%, mas sem os aparelhos faria o que? Nunca tive dificuldades na escola, tenho ensino superior e duas pós graduação (especializações), trabalho em uma ótima empresa, tenho marido e um filho (por enquanto!!), e uma vida super normal... Preconceitos?? não tenho!! Uso aparelhos sim! Escuto com eles! Amarro meus cabelos e os deixo bem a vista, não tem problema nenhum... nunca me senti surda, me fiz de coitadinha... Minha família sempre me ajudou e sempre fui tratada normal. Como se nem tivesse nada. Alias tenho..,Sou deficiente auditiva, e uso aparelhos que me fazem OUVIR!”